PDEP – PLANO DIOCESANO DE EVANGELIZAÇÃO E PASTORAL PARA O PERÍODO 2017-2021

 

          Desde sua posse, em maio de 2014, Dom Cesar Teixeira, nosso Bispo Diocesano, demonstrou sua preocupação com a necessidade de termos um Plano Diocesano de Pastoral: “Precisamos alçar voo com um mapa de navegação, isto é, temos que ter nosso Plano Diocesano de Pastoral. Com esse objetivo, vamos utilizar nosso Documento do Sínodo” – afirmou às lideranças na primeira reunião com o Conselho Diocesano de Pastoral, em 23 de agosto de 2014.

             A partir de então, foram iniciados os preparativos para a realização da 4ª Assembleia Diocesana de Pastoral, que foi realizada nos dias 12 e 13 de setembro de 2015. Dom Cesar propôs que fossem retomadas as conclusões do Sínodo Diocesano, que aconteceu de 2008 a 2010, bem como alguns documentos da Igreja, para estabelecer as linhas comuns de ação que todas as Paróquias, Pastorais, Movimentos e Organismos de nossa Igreja particular devem levar em conta na prática evangelizadora.

             Os meses que antecederam a Assembleia foram um período rico para o levantamento e a análise da realidade em que está inserida a Diocese de São José dos Campos.Um Instrumento de Estudos foi enviado às lideranças diocesanas e paroquiais,a partir do qual cada grupo foi convidado a olhar para a nossa realidade e apresentar duas opções pastorais julgadas mais urgentes para a vida de nossa ação evangelizadora.

           Para a realização da 4ª Assembleia Diocesana de Pastoral, Dom Cesar Teixeira convocou clero, seminaristas, religiosos, religiosas e lideranças leigas. Mais de 200 pessoas, entre delegados e equipes de serviço, estiveram envolvidas em oração, palestras, reuniões em grupos e plenárias, que preencheram os dois dias de trabalho em que a Diocese elencou as cinco prioridades para a sua ação evangelizadora e pastoral: Família, Juventude, Processo Catequético formador de discípulos missionários, Dimensão Social da Fé e Ação Missionária.

                  Dom Cesar criou uma nova Equipe Diocesana, a ECOP – Equipe de Coordenação Pastoral, composta por: Pe. Edinei Evaldo Batista (coordenador); Pe. João Alves da Silva Sobrinho (Família); Pe. Alexsandro de Brito Ramos (Juventude); Pe. Thiago Domiciano Dias (Catequese); Pe. Geraldo Magela dos Santos (Ação Social); Pe. Luís Fernando de Siqueira Fonseca (Ação Missionária). Essa equipe ficou encarregada de coordenar e animar a Pastoral da Diocese e estar à frente da organização e da execução do Plano Diocesano de Pastoral.

                No período de março a junho de 2016, o Plano Diocesano de Evangelização e Pastoral (PDEP) foi apresentado aos diversos grupos de diocesanos, com o objetivo de ouvir as lideranças, para que dessem contribuições ao Plano, avançando na sua elaboração como fruto de um processo comunitário e participativo: padres, diáconos, seminaristas, religiosos, religiosas e leigos tiveram a oportunidade de conhecer os primeiros conteúdos do PDEP e dar suas sugestões para torná-lo mais completo. As sugestões oferecidas foram anotadas e refletidas pela ECOP, que avaliou a entrada ou não na redação final do Plano.

               A versão final do Plano Diocesano de Evangelização e Pastoral (PDEP) – 2017-2021 foi apreciado e aprovado pelo clero, religiosos, religiosas, seminaristas e lideranças, em Assembleia presidida por Dom Cesar Teixeira, Bispo Diocesano, em 18 de março de 2017, na Faculdade Católica de São José dos Campos.

              O Plano Diocesano de Evangelização e Pastoral (PDEP) contém um resumo da história da Diocese, apresenta a definição de quem somos (Missão)e onde queremos chegar(Visão). Apresenta ainda os valores que nortearão a caminhada pastoral da Diocese nos próximos cinco anos e um elenco das oportunidades e ameaças da realidade que nos cerca, bem como os pontos fortes e fracos de nossa organização e prática eclesial (Diocese, Paróquias, Pastorais etc). A segunda parte do PDEP apresenta os 15 projetos estratégicos que procuram responder aos anseios e necessidades pastorais da Diocese neste momento de sua história, a partir das cinco áreas prioritárias acima citadas.

                O PDEP será o instrumento de planejamento para todas as ações diocesanas. Todos os grupos, pastorais, ministérios, serviços, comunidades e movimentos, irão trabalhar, nos próximos anos (2017-2021), a partir das linhas de ação e dos projetos que foram elaborados ao longo da construção do Plano.

                     Para Dom Cesar, a Diocese vai continuar desenvolvendo as ações pastorais, mas agora orientada aos cinco pilares estabelecidos no PDEP. “Nós trabalhamos durante dois anos nesse plano, consultamos muita gente, e quem quis participar participou. Agora é trabalhar organizadamente a partir das prioridades já estabelecidas e devidamente aprovadas”, completou o bispo.(“Novos tempos, novos desafios”, artigo do Jornal Expressão, abril de 2017, p 9).

Página 7 - Sueli

                                                                                             Sueli A. G. Guratti

                                                                                 Escola Bíblico-Catequética Paroquial

 Síntese dos artigos do Jornal Expressão sobre o Plano Diocesano de Evangelização e Pastoral – setembro de 2014  a abril de 2017

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

.

Limpar FormulárioPOSTAR COMENTÁRIO