No dia 26 de julho, celebramos a festa de São Joaquim e Santa Ana, pais da Santíssima Virgem Maria e avós de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Em hebraico, Ana exprime “graça” e Joaquim equivale a “Javé prepara ou fortalece”.

Alguns escritos apócrifos narram a vida destes que foram os primeiros educadores da Santíssima Virgem Maria. Também os Santos Padres e a tradição testemunham que São Joaquim e Santa Ana correspondem aos pais de Nossa Senhora.

Santa Ana teria nascido em Belém; São Joaquim, na Galileia. Ambos eram estéreis, mas, apesar desse impedimento, viviam uma vida de fé e de temor a Deus e, por isso, mesmo em idade avançada, o Senhor os abençoou com o nascimento da Virgem Maria. A menina Maria foi levada para o Templo, onde foi educada, ficando aí até o tempo do noivado com São José.

Podemos imaginar as palavras, os pensamentos e os intercâmbios de afetos com que os pais de Nossa Senhora se comunicavam com Jesus, partilhando com Maria o assombroso conhecimento da Revelação Divina.

Quando o Papa Francisco esteve no Brasil, em 2013, na Jornada Mundial da Juventude, destacou que “São Joaquim e Santa Ana fazem parte de uma longa corrente que transmitiu o amor de Deus, no calor da família, até Maria, que acolheu em seu seio o Filho de Deus e o ofereceu ao mundo, ofereceu-o a nós. Vemos aqui o valor precioso da família como lugar privilegiado para transmitir a fé! Na festa de São Joaquim e Santa Ana, somos chamados a recordar como os avós são importantes na vida da família, para comunicar o patrimônio de humanidade e de fé que é essencial para qualquer sociedade! E como são importantes o encontro e o diálogo entre as gerações, principalmente dentro da família.”.

Agradeçamos à Santíssima Trindade os dons e as graças concedidos aos santos pais de Nossa Senhora e, em todas as nossas necessidades, recorramos a eles com inteira confiança, esforçando-nos para imitar os exemplos de virtudes que nos deixaram, em especial o amor que tiveram a Maria Santíssima e a Nosso Senhor Jesus Cristo.

Reconhecendo que “o futuro da humanidade passa pela família”, pedimos que os avós de Jesus intercedam por nossos idosos, jovens e crianças!

Parafraseando um hino a Santa Ana: “Senhora Santa Ana, que nos amparais, enchei nossos lares de dons celestiais!”.

São Joaquim e Santa Ana, rogai por nós!

 

Fonte: site da Canção Nova

Diácono Alexandre Magno de Andrade

Cooperador Paroquial