O mês de maio é tradicionalmente na Igreja um mês Mariano.   Muitos têm saudade do tempo em que as crianças levavam flores cantando: “Neste mês de maio, tão lindo mês das flores… queremos ofertar a Maria”.

A piedade popular é muito bonita e significativa, pois revela a alma religiosa do nosso povo. No entanto, a devoção a Maria deve ir além das homenagens e devoções; a sua plenitude é alcançada com a imitação de Maria. O que ela tem a nos oferecer que seja interessante imitar?

– Seu “sim” a Deus.  (Lc 1, 38)

– Sua disponibilidade em servir. (Lc 1,39-45)

– Sua humildade. (Lc 1,4-8)

– Sua vida interior (silêncio). (Lc 2,19)

– Sua força interior para enfrentar e vencer as adversidades. (Jo 19,25)

– Sua comunhão com a Igreja. (At 1,14)

– Sua vida cheia do Espírito Santo. (At 2.1,13)

Maria nos dá muitos outros exemplos. Então vivamos uma “Vida Mariana”, imitando Maria, imitando Maria, perfeita imitadora de Cristo. Ela bem poderia dizer, como o Apóstolo Paulo: “Sede meus imitadores, como eu sou de Cristo!” (1Cor 4,16).

 

Salve Maria !!

 

Padre Luis Fernando Soares

Cura da Catedral