Motivos para ser um catequista

O primeiro e grande motivo de ser catequista é o de ter vivido um encontro pessoal com Jesus, de ter experimentado Seu Amor. Essa experiência com Deus faz com que os olhos se abram para as necessidades da comunidade. Suas necessidades tocam e atraem.

A comunidade tem necessidade de evangelizadores que a ajudem também a reavivar e a experimentar o Amor de Deus. Assim, é dito o “sim” ao chamado de Deus para ser catequista. Deus nos atrai para essa vocação. Ela encanta e Deus encanta nela. Este encantamento continua e se renova, porque o catequista testemunha a ação de Deus e Seu amor pela comunidade.

Esta ação de Deus acontece principalmente por meio dos sacramentos. O catequista sabe o quanto são importantes e trabalha para que toda preparação para eles seja a melhor possível.

Toda a motivação do catequista neste trabalho de evangelização é alimentada por sua experiência com Deus nos sacramentos e pela ação de Deus em sua vida através deles.

                                     Catequista

Gloria Maria Ribeiro dos Reis Pinto

Carlos Alberto Moura Guedes Pinto (Carlute)

Catequese com Jovens e Pós-Crisma